10 de fevereiro de 2011 | 07:17

EXCLUSIVO: Empresa de sócio de Suarez acionou Aguirre Peixoto na Justiça

Além da avaliação geral de que a demissão do repórter de política Aguirre Peixoto do jornal A Tarde foi um ato injusto, outro fato indignou profundamente os colegas dele.

Por conta das matérias sobre construções supostamente irregulares em Salvador, Aguirre responde a ação na Justiça movida pela Patrimonial Saraíba.

O fato de o advogado e empresário Francisco Bastos ser um dos sócios da empresa é o motor das especulações de que ele e o setor imobiliário estariam por trás da demissão de Aguirre.

“Onde já viu demitir um repórter que está sendo processado?”, questiona uma jornalista de A Tarde, acrescentando que o jornal, entretanto, assumiu a defesa do profissional.

Bastos é sócio do megaempresário do ramo de empreendimentos imobiliários Carlos Suarez, que também foi citado em reportagens de Aguirre.

Além do jornalista demitido ontem, outro jovem repórter de A Tarde está sob a mira judicial de Francisco Bastos. Trata-se de Valmar Hupsel, que também teria feito matérias sobre negócios imobiliários em Salvador.

Como se vê, falar sobre o tema é um verdadeiro perigo para jornalistas baianos.

Comentários