14 de setembro de 2019 | 20:00

Ataque de drone atinge maior campo de processamento de petróleo saudita

mundo

Um ataque de drones atingiu a maior instalação de processamento de petróleo do mundo na Arábia Saudita, na madrugada deste sábado (14). De acordo com o Ministério do Interior saudita, além da instalação, um campo de petróleo em atividade também foi atingido. As duas instalações eram operadas pela Saudi Aramco, empresa estatal saudita, uma das gigantes da indústria do petróleo, nas cidades de Buqyaq e Khurais. Não ficou claro se houve feridos nos ataques, nem que efeito isso terá na produção de petróleo do país.

As autoridades sauditas não apontaram responsáveis pelos ataques até o momento. Embora nenhum grupo tenha reivindicado os ataques as suspeitas caíram sobre os rebeldes houthis do Iêmen. Desde 2015, uma coalizão liderada pela Arábia Saudita luta contra o grupo rebelde. Os houthis, apoiados pelo Irã, mantêm a capital do Iêmen, Sanaa, e outros territórios no país mais pobre do mundo árabe. O grupo já utilizou drones em outros ataques.

Vídeos online que mostram a situação nas instalações em Buqyaq, registraram o som de tiros ao fundo e chamas saindo da instalação de processamento de petróleo. O ataque também provavelmente aumentará as tensões em todo o Golfo Pérsico, em meio a um confronto entre os EUA e o Irã por causa de seu acordo nuclear com as potências mundiais.

Estadão
Comentários