Foto: Divulgação/Arquivo
Pleno da Corte baiana 25 de novembro de 2019 | 18:55

Faroeste: Incêndio em imóvel de familiar de magistrado deixa PF com pulga atrás da orelha

exclusivas

Um incêndio num imóvel supostamente pertencente a familiares de um magistrado baiano, na noite do mesmo dia em que foi deflagrada a Faroeste, atraiu rapidamente a curiosidade dos investigadores da Operação que apura um esquema de grilagem de terras no Oeste por meio de venda de sentenças judiciais que teria movimentado bilhões. O magistrado não é investigado, mas a Polícia Federal não tem deixado passar nada neste caso, que caminha para ser, talvez, segundo os próprios policiais, a maior operação contra a corrupção já deflagrada no Judiciário.

Comentários