Foto: Pablo Valadares/Agência Câmara
Joice Hasselmann (PSL) 08 de novembro de 2019 | 13:02

Na Bahia, Joice condena decisão do STF sobre prisão em segunda instância e diz que soltura de Lula é prejudicial para o Brasil

bahia

Em visita à Fundação Dr. Jesus, em Candeias, nesta sexta-feira (8), a deputada federal Joice Hasselmann (PSL) chamou de “tragédia” e “retrocesso para o Brasil” a decisão do Supremo Tribunal Federal de derrubar as prisões em segunda instância. O Brasil vai ser um dos poucos países que retroagem em relação a prisão em segunda instância, isso quer dizer que os barões, os milionários, aqueles que têm muito dinheiro para conseguir os recursos infindáveis vão continuar sem a punição e o que estimula o crime de corrupção, colarinho branco, é a impunidade. Nós voltamos atrás e através dessa decisão do Supremo estamos aplaudindo a impunidade”, disse em entrevista coletiva. A parlamentar também delegou ao Congresso Federal a responsabilidade de “consertar essa lambança que foi feita”. Ao avaliar a soltura de Lula, Joice foi taxativa: “A gente vai ter o Lula fora da cadeia daqui a alguns dias ou horas e isso já mostra o quão prejudicial é essa decisão para o Brasil. Tudo que é excesso de radicalização é muito ruim. Tem pessoal maluco da esquerda e maluco da direita também. Então se a gente ficar levando o Brasil pelos extremos não vamos chegar a lugar nenhum. Foi uma decisão do Supremo que a gente tem que respeitar, porém não precisa concordar. Eu não concordo, por isso vou lutar para que a PEC da segunda instância o mais rápido possível”, disse.

Comentários