Foto: Divulgação
Pelegrino solicitou a mudança de 17 funcionários da Secult para Sedur, mas depende do aval do governador 25 de novembro de 2019 | 12:53

Pelegrino negocia transferência de indicações na Secult para assumir Sedur

exclusivas

A confirmação do deputado federal Nelson Pelegrino (PT) para o comando da Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur) estaria dependendo apenas da confirmação da transferência de indicações suas na Secretaria de Cultura (Secult) para a Sedur. Conforme informações chegadas com exclusividade ao Política Livre, o petista solicitou a mudança de 17 funcionários, hoje sob a sua chancela na Secult, incluindo um dos dois superintendentes da pasta, mas depende o aval do governador Rui Costa (PT), com quem teria uma reunião agendada para esta terça-feira (26), ocasião em que o martelo deve ser batido.

À reportagem, Pelegrino, no entanto, já antecipou que sua ida para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano está praticamente selada. “Tive uma conversa inicial com o governador Rui Costa. Ele vai viajar e quando voltar na terça vamos fechar isso. Eu diria que tem uma grande possibilidade de eu me licenciar para disputar o governo”, declarou, durante evento do PT nacional, com a presença de Lula, no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande em conversa com o Política Livre.

A nomeação de Pelegrino resolve o problema do suplente Paulo Magalhães (PSD), que assumira o mandato de deputado com a nomeação de Sérgio Brito para a Sedur, mas acabou tendo que deixar a Câmara às pressas depois que o colega de partido resolveu repentinamente voltar à atividade parlamentar.

Fernanda Chagas
Comentários