Foto: Raiane Veríssimo/Política Livre
Targino Machado (DEM), líder da Oposição na Assembleia 03 de dezembro de 2019 | 17:58

“A vitória foi do Parlamento e da democracia”, diz Targino sobre decisão do TRE

bahia

O deputado estadual Targino Machado (DEM) comentou, nesta terça-feira (3), a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) e afirmou que a sentença representa uma vitória do Parlamento e da democracia. Nesta segunda-feira (2), a Corte Eleitoral absolveu o parlamentar da acusação de cometer abuso de poder econômico.

Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia, o líder da Oposição agradeceu à família, à imprensa, aos colegas servidores da Casa e parlamentares, destacando o correligionário Sandro Régis (DEM) e o presidente da Alba, Nelson Leal (PP). O democrata agradeceu ainda o prefeito ACM Neto (DEM), que foi, segundo ele, “um verdadeiro timoneiro desta travessia, a demonstrar sua estrutura pessoal e envergadura política, próprias dos grandes líderes”.

“A vitória foi do Parlamento, pois se tivesse ocorrido o revés, a derrota seria para esta Casa, pelo precedente perigoso ao exercício do desiderato de todos. Indiscutivelmente, a vitória foi da democracia”, afirmou o deputado. “Mas a vitória também foi do TRE, que fez uma discussão densa a produzir uma sentença justa. Confesso, desejei uma decisão mais rápida, mas concluí que a decisão ao invés de célere, precisava ser tradutora de justiça real. Parabéns ao TRE. Parabéns à Justiça”, complementou.

Ele ainda afirmou que a situação que se prolongou nos últimos 12 meses não abalou a sua fé. “Apesar de toda admoestação, da dor doída a corroer as minhas entranhas, não me faltou disposição para trabalhar, para exercer o meu míster, o mandato ou a liderança da oposição. Nunca reclamei, encontrei forças para continuar, e não reclamei nem mesmo com o meu próprio coração”, disse.

O deputado finalizou o discurso com um agradecido à esposa e aos filhos: “Sem vocês não teria conseguido mitigar tremendo sofrimento que suportei”, frisou Targino, que após seu discurso, praticamente todos os deputados que estavam no plenário se manifestaram em apoio ao democrata.

Comentários