Foto: Fernanda Chagas/ Política Livre
Muniz, entretanto, estaria decidido a deixar a sigla 03 de dezembro de 2019 | 17:20

Muniz só deixará o Podemos em março

exclusivas

Informações chegadas com exclusividade ao Política Livre dão conta de que o vereador Carlos Muniz só deixará em definitivo o Podemos em março, salvaguardado pela esperada “janela partidária”, que  autoriza a troca de partido em um período determinado sem que os detentores de mandato sofram punições.

Apesar de o presidente do seu atual ninho, ter declarado recentemente que não teria problemas em liberá-lo para sair da legenda, ainda que precisasse  ir ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), qualquer entendimento neste sentido teria sido abortado e feito Muniz se precaver, de forma a não incorrer na infidelidade partidária e correr o risco de suscitar a perda do seu mandato.

Contudo, conforme fontes próximas ao edil, sua decisão estaria tomada, com chances cada vez maiores de migração para a base governista, sob orientação do vice-prefeito Bruno Reis (DEM). Sua filiação ao Democrata, inclusive, não está descartada.

Fernanda Chagas
Comentários