Foto: Divulgação
Michell Oliveira, secretário municipal de Saúde 29 de janeiro de 2020 | 18:35

Prefeitura de Xique-Xique rebate vereador e diz que acusações sobre gestão da saúde são “infundadas”

interior

A Prefeitura de Xique-Xique rebateu, nesta quarta-feira (29), as acusações do vereador Gal Pessoa (PDT) de que gasta “números gigantescos” com diárias em pensionato de Salvador. O secretário municipal de Saúde, Michell Oliveira, explicou que são encaminhados 64 pacientes de ônibus para Salvador, o que significa mais de 250 pacientes por mês e cerca de 3 mil por ano, só com ônibus, fora os pacientes encaminhados por ambulâncias e ônibus comercial. “Cada paciente, a maioria com câncer e que tem que retornar para Salvador todos os meses, passa em média 3 dias na pousada, deste modo chegamos a um número superior a 9 mil diárias no ano. Por cada diária, o município paga R$ 40 com direito a café, almoço e jantar”.

O vereador Orlando Costa (DEM), líder do Governo, critica os dados apresentados pelo pedetista e fez um comparativo a 2013, durante a gestão municipal passada que Gal Pessoa tanto defendia, a prefeitura gastava mais de R$ 512 mil por ano em pousada na capital baiana, segundo dados do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). “Agora, em 2019, a atual gestão gastou menos de 500 mil e encaminhou mais pacientes e um ônibus novo com ar-condicionado (adquirido pela atual gestão). Como podemos ver, de 2013 a 2016, ou vereador não fiscalizava nada ou fiscaliza e calado ficava”, ironizou.

De acordo com o secretário Michell, o município possui atualmente 80% de cobertura de saúde da família, o que corresponde a 11 PSFs, onde todos foram constituídos e implantados em gestões do atual prefeito Reinaldo Braga Filho (MDB). “O hospital citado pelo vereador, o Hospital Julieta Viana, tem 93 leitos e está sendo atualmente reformado e ampliado. Possui não apenas um aparelho de raio X, como também ultrassom moderno, laboratório, serviço de pediatria, ortopedia e obstétrica. O serviço conta com dupla de médicos que são plantonistas de urgência e emergência que atende a população 24h e realiza por mês 80 cirurgias e mais de 6 mil atendimentos ambulatoriais e internamentos”.

Ainda sobre a saúde municipal, o gestor lembra que durante atual gestão municipal foi construído 11 postos de saúde, comprado ônibus para o TFD e seis novas ambulâncias e ter construído a sede da secretaria. Além disso, está em construção a clínica municipal da mulher e da criança, foi implantado o CAPS, o NASF e o AMAR – serviço de atendimento a crianças com necessidades especiais que conta com atendimento de neuropediatra, psicóloga, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, pedagoga e nutricionista, e acolhe mais de 100 crianças.

Referente ao pedido de empréstimo a Caixa Econômica Federal, o município afirma não ter recebido até agora nenhum recurso. Foi apresentado apenas o projeto de lei pedindo autorização à Câmara. Entretanto, a Caixa ainda está analisando a capacidade financeira do município e as possíveis condições de pagamento.

Comentários