Foto: Ernesto Rodrigues/Estadão/Arquivo
O ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF) 29 de junho de 2020 | 19:00

Celso de Mello vai decidir se caso de Flávio voltará à primeira instância

brasil

O ministro Celso de Mello foi sorteado no Supremo Tribunal federal (STF) para analisar um pedido da Rede para que a investigação sobre a rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) volte para a primeira instância.

Na ação, o partido pedia que a decisão ficasse com o ministro Edson Fachin, relator de uma ação que discute se deputados estaduais do Rio têm as mesmas imunidades de parlamentares federais.

A Secretaria Judiciária do STF entendeu que os assuntos não têm relação e distribuiu a ação da Rede de forma aleatória, por sorteio eletrônico.

As informações são do site O Antagonista.

Comentários