Foto: Divulgação/Arquivo
Felipe Manassés foi da base de Moema e resolveu concorrer a prefeito depois de ter sido preterido da vice em sua chapa 14 de setembro de 2020 | 20:25

Manassés lança candidatura em Lauro, fracionando mais ainda base de Moema Gramacho

exclusivas

Rompido politicamente com a prefeita Moema Gramacho (PT) desde que ela optou por Vidigal Cafezeiro (Republicanos) para seu vice, Felipe Manassés decidiu formalizar hoje, em convenção, sua candidatura à Prefeitura de Lauro de Freitas contra ela pelo PROS.

Para completar, colocou como seu companheiro de chapa Vander Cadeirante, o primeiro portador de necessidade especial a ocupar a posição de candidato a vice no país. No evento, a prefeita foi criticada pelo ex-pugilista Popó (PROS), candidato a vereador em Salvador.

“Moema não quis ele (Felipe) do lado dela. Olha no que ele se transformou: no prefeito de lauro de Freitas”, afirmou o desportista, levando os convencionais ao delírio. Depois do evento, Manassés contou a este Política Livre que não guarda mágoa da prefeita.

Lamentou apenas que ela não tenha cumprido o compromisso de escolhê-lo para vice, seguindo os critérios que ambos definiram, que foi a posição nas pesquisas e o consentimento dos partidos da base, ambos, segundo ele, plenamente satisfeitos por sua candidatura na época.

“A partir do momento em que ela não me quis mais no grupo, entendi, aceitei e hoje lanço minha candidatura, sabendo que represento o novo, desejado pela população da cidade”, disse Felipe, que foi prestigiado no ato por Celsinho Cotrim, pré-candidato do PROS em Salvador e por Uldurico Jr., presidente estadual da sigla.

Comentários