Foto: Reprodução/Instagram
Na imagem, o deputado federal Arthur Maia, do Democratas, ao lado de Arthur Lira, do PP 12 de janeiro de 2021 | 17:25

Após visita a Neto, Arthur segue viagem em busca de apoio para Lira, que já tem ‘mais de 300 votos’

exclusivas

Um dia após se reunir com o presidente do Democratas e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, o deputado federal Arthur Maia (DEM) deu seguimento hoje à viagem pelo Nordeste em busca de apoio a Arthur Lira (PP), candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro para a presidência da Câmara dos Deputados.

O parlamentar baiano divulgou, em uma publicação feita nas redes sociais na tarde desta terça-feira (12), foto de seu encontro com o prefeito de São Luís, Eduardo Blaide, do Podemos. “Acompanhando o deputado Arthur Lira nas suas conversas com as bancadas do Nordeste rumo à presidência da Câmara”, escreveu.

A este Política Livre, ao se despedir de São Luís, o deputado garantiu apoio de 14 dos 18 congressistas. “Vou aqui voando neste momento de São Luís para Teresina. Hoje, aqui no Maranhão, 14 dos 18 deputados fecharam com Arthur Lira”, disse.

Segundo ele, Lira já possui mais de 300 votos para garantir a eleição. “Em Teresina nós vamos seguir a viagem, além de Recife, João Pessoa, Aracaju, Fortaleza, Natal. Para fechar todos os municípios de todos os Estados do Nordeste. Hoje, a contabilidade aponta Arthur com mais de 300 votos”, revelou, à reportagem.

Ontem (11), Arthur Maia, juntamente com os deputados federais Paulo Azi (DEM), Leur Lomanto Júnior (DEM), Elmar Nascimento (DEM) e Adolfo Viana (PSDB), se reuniu com ACM Neto, que, pelo menos publicamente, tem buscado por uma pacificação interna no partido após a crise deflagrada pelo apoiao à candidatura de Baleia Rossi (MDB).

O emedebista é o nome apoiado pelo atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), na disputa pelo comando da Casa. No final da tarde de hoje, Maia e Rossi irão se reunir com o governador Rui Costa (PT), que segue sem manifestar apoio no pleito.

Em meio às conversações, o senador Jaques Wagner (PT) envolveu-se diretamente na disputa, ao ter  conversado com a bancada baiana do PT na Câmara sobre a possibilidade de ajuda a Lira, depois de ter recebido o candidato de Bolsonaro na Bahia.

O assunto foi tratado depois de um encontro de Lira com o petista ainda no feriadão do Réveillon. O candidato de Bolsonaro foi levado a Wagner pelo senador Angelo Coronel (PSD) e o deputado federal Elmar Nascimento (DEM), que ciceroneou o deputado do PP no Estado.

Mateus Soares
Comentários