Foto: Divulgação/Arquivo
Secretário Walter Pinheiro ficou fora do GT encarregado de discutir alternativas para o fechamento da Ford em Camaçari 13 de janeiro de 2021 | 08:42

Caso Ford: Governador Rui Costa exclui Walter Pinheiro de GT em nova escanteada na Seplan

exclusivas

O Grupo de Trabalho criado pelo governo da Bahia para atrair nova empresa para a planta da Ford, em Camaçari, não conta com a presença do secretário de Planejamento do Estado, Walter Pinheiro.

A ausência não foi sentida por nenhum ator político, senão pelo próprio ex-senador, que se viu escanteado mais uma vez pelo governador petista Rui Costa.

O isolamento ficou mais claro ainda quando a imprensa, no afã de ouvir especialistas sobre o caso, consultou outros estudiosos sobre o assunto — até mesmo o discretíssimo ex-governador César Borges.

A perda de importância da Seplan na gestão Pinheiro não começa, no entanto, de agora. Quando assumiu a pasta, o projeto da Ponte Salvador-Itaparica foi transferido para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Trata-se de órgão sob o comando do vice-governador João Leão (PP), que liderou pessoalmente as tratativas para a implementação do projeto.

Participam do GT sobre a Ford trabalhadores da montadora, representantes da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) e do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia.

Pelo governo do Estado, estão a Casa Civil e das secretarias estaduais da Fazenda (Sefaz), de Desenvolvimento Econômico (SDE) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Alexandre Galvão
Comentários