Foto: Divulgação
O vereador Suíca (PT) 12 de janeiro de 2021 | 17:55

‘É só o começo da política econômica perversa de Bolsonaro, diz Suíca ao lamentar saída da Ford do Brasil

salvador

Mais uma notícia de impacto negativo para a economia do país: a Ford encerra suas atividades no Brasil. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (11) e o vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT) não poupou críticas ao resultado do governo desastroso de Bolsonaro e sua equipe econômica. O petista aponta para um aumento elevado do desemprego em plena crise sanitária gerada pela pandemia do novo coronavírus. Ele destaca o impacto que o país vai sofrer com o fim do auxílio emergencial associado aos projetos de demissão em massa por empresas públicas.

“O desemprego só ganhou mais proporções com a perda da Ford no Brasil, principalmente aqui na Bahia. Era garantido aqui no estado aproximadamente cinco mil empregos, agora serão cinco mil desempregados, em uma pandemia e sem auxílio emergencial para amparar essas famílias. Isso sem contar as reformas trabalhista e da previdência que só fizeram aniquilar com a classe trabalhadora. É só o começo da política neoliberal e perversa do governo Bolsonaro. Ele e sua turma disseram que iam atrair mais investimentos e o que fizeram até agora foi só aumentar a pobreza no país”, dispara Suíca.

Agora, a Ford vai montar suas fábricas na Argentina e Uruguai. Em 2001 por meio de incentivos fiscais, a fábrica se instalou em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador, com capacidade para produzir 250 mil veículos por ano. A unidade, que produzia os modelos KA e EcoSport e que abrigava o maior contingente de funcionários tem interrupção imediata de suas atividades. Outra notícia que acrescentará no número de desemprego foi o Programas de Demissão Voluntária do Banco do Brasil, que também tem previsão de adesão de cerca de cinco mil funcionários.

Comentários