Foto: Carlos Alberto/Arquivo/CMS
Átila do Congo 22 de julho de 2021 | 09:10

Projeto para criação de aplicativo municipal para motoristas autônomos é protocolado na Câmara de Salvador

salvador

O projeto para criação de um aplicativo municipal para motoristas autônomos de Salvador foi protocolado na Câmara de Vereadores por Átila do Congo (Patriota). A ferramenta tem a proposta de reduzir as taxas impostas por empresas privadas aos trabalhadores, no intuito de trazer uma opção mais rentável ao mercado, com a cobrança apenas do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) no valor das corridas. 

A proposta de indicação possui o aval do prefeito Bruno Reis (DEM) após conversas para realizar os ajustes necessários e irá para votação em plenário. 

O autor do texto e representante da categoria na Casa Legislativa, Átila do Congo, afirmou que o poder de alcance do Executivo municipal já é um ponto positivo para fazer dar certo a ferramenta inovadora. “Conheço a realidade desses motoristas e de como são exploratórias as taxas das empresas privadas de aplicativo, antes mesmo de chegar à Câmara já estava dialogando sobre a possibilidade de fazer essa opção, agora posso articular para tornar menos árdua a rotina da categoria”, destacou. 

O vereador ressaltou ainda que os motoristas auxiliam na redução dos engarrafamentos já que a rotatividade de clientes se torna grande, além de reduzir os impactos ambientais com menos veículos nas ruas. “As empresas privadas chegam a cobrar até 50% do valor das corridas e impactam na qualidade de produção, obrigando o trabalhador a se submeter a extensas jornadas de trabalho sem direito à assistência à saúde já que não há vínculo empregatício”, lamentou Átila. 

Caso seja aprovado na Câmara Municipal, o projeto segue para o gabinete do prefeito Bruno Reis.

Comentários