Foto: Alan Santos/PR
Na imagem, o ministro da Cidadania, João Roma, do Republicanos 14 de setembro de 2021 | 08:31

Após mortes de PMs, João Roma rebate Rui e diz que governos do PT ‘lavaram as mãos’ na área de segurança

bahia

O ministro da Cidadania, João Roma (PRB), disse nesta segunda-feira (13), durante lançamento do programa habitacional Habite Seguro, voltado para policiais e bombeiros, que os governos do PT “não corresponderam com a gestão eficaz na área de segurança pública”. O lançamento foi comandado pelo presidente Jair Bolsonaro.

O republicano rebateu o governador Rui Costa (PT) e voltou a citar o caso dos dois policiais militares mortos na Bahia, ao criticar a política de segurança pública conduzida pelos governos petistas. “Ontem, na Bahia, dois policiais militares literalmente derramaram seu sangue e tiveram suas vidas ceifadas, e o governador transferiu sua responsabilidade, ao invés de tomar providências adequadas no quesito segurança pública, dando condições aos profissionais que têm se dedicado pelo Brasil”, frisou.

Ele recordou que, no primeiro semestre desse ano, o Brasil teve redução de 8% no número de homicídios, enquanto a Bahia registrou aumento de 7%. “Lugares como a Bahia, como o Ceará, governados pelo PT, não corresponderam com a gestão eficaz na área de segurança pública”, afirmou.

“O governo do PT tem simplesmente lavado as mãos, feito propaganda e não sendo eficaz em questões que são cruciais para o nosso país. Toda a minha solidariedade aos familiares nesse momento de dor e tristeza. Todo o meu respeito e reconhecimento ao valoroso trabalho desses homens que deram a vida pelo compromisso de defender os cidadãos baianos”.

Roma ainda classificou o Habite Seguro é uma iniciativa que promove uma ampliação da área da assistência social, dando mais condições para homens e mulheres em todo o país que têm dedicado o seu sangue para defender os brasileiros.

“Fico muito feliz por fazer parte de um governo que não mede esforços para estar junto daqueles brasileiros que realmente necessitam. Hoje se reflete justamente numa reparação a categorias que muitas vezes são tratadas com preconceito, de maneira enviesada por várias administrações, e o presidente Bolsonaro tem justamente enaltecido aqueles que se dedicam pela segurança pública”, disse.

Comentários