Foto: Marcos Oliveira/Arquivo/Agência Senado
Davi Alcolumbre 14 de outubro de 2021 | 06:30

Alcolumbre pode adiar sabatina de Mendonça para o STF por mais dois meses e inviabilizar indicação

brasil

Os senadores que apoiam Davi Alcolumbre (DEM-AP) na resistência à aprovação de André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF) revelam que o desafio dele agora é puxar o freio por mais dois meses e não marcar a sabatina do indicado de Jair Bolsonaro na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Com isso, o Congresso entra em recesso e Mendonça não será aprovado neste ano. O que pode inviabilizá-lo de vez, já que 2022 é ano eleitoral e as dificuldades do governo no Parlamento devem aumentar caso Bolsonaro siga em baixa nas pesquisas.​

Mônica Bergamo/Folhapress
Comentários