Foto: Divulgação
20 de novembro de 2019 | 18:53

Galpões abrigarão empresas que vão gerar cerca de 500 empregos em Madre de Deus

interior

O prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade (PP), assinou ontem (19) uma ordem de serviço para a construção de dois galpões de 3 mil metros quadrados. Nestes equipamentos serão instaladas duas indústrias calçadistas da Região Sul que irão gerar no próximo ano cerca de 500 empregos na cidade. A previsão é de conclusão das obras dos dois galpões no primeiro semestre de 2020. Um galpão estará localizado na Rua Nova, no antigo terreno da CCC, e o outro no Parque de Asfalto.

Em cerca de 20 dias a Prefeitura de Madre de Deus anunciará a oferta de um curso de técnicas calçadistas. “Esta ação visa fomentar a geração de emprego e renda na cidade. E o impacto desta empregabilidade será refletido num aquecimento do comércio e prestação de serviços no município”, afirmou o prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade.

Ontem o chefe do Executivo Municipal de Madre de Deus também assinou a ordem de serviço para a requalificação da ponte da Ilha de Maria Guarda, que será viabilizada através de emenda parlamentar do deputado federal Cláudio Cajado (PP).

Os primeiros serviços da requalificação da ponte serão realizados no estaleiro da empresa contratada num prazo de 45 dias. A meta da Prefeitura é a entrega da ponte à comunidade no final do mês de fevereiro de 2020.

“Neste momento de conquistas, quero agradecer aos vereadores da base do governo municipal. E também é necessário ressaltar que este aporte financeiro que beneficia a população da Ilha de Maria Guarda, toda Madre de Deus e turistas foi viabilizada pela atuação do deputado federal Cláudio Cajado. Também foi bastante relevante a atuação do deputado estadual Niltinho (PP) e a presença do atuante secretário de Infraestrutura do município, Márcio Braga”, avaliou Jeferson Andrade.

Estiveram presentes no ato de assinatura das ordens de serviço, no gabinete do prefeito, o presidente da Câmara Municipal de Madre de Deus, Paulinho de Nalva (PRB), e os vereadores Renato de Martins, Anselmo Duarte (DEM), Cláudia Copque (PSB), pastor Melk (PPS) e Lindivaldo Bomfim(PCdoB).

Comentários