Foto: Divulgação/Arquivo
Presidente municipal do PT diz que governo estadual tem formas de promover as lideranças que ficaram para trás na disputa de 2020 30 de abril de 2021 | 09:36

Ademário defende reconhecimento a Lessa, Gilmar e Ana Rita por governo estadual

exclusivas

O presidente do PT em Salvador, Ademário Costa, disse hoje a este Política Livre que o governo Rui Costa (PT) precisa reconhecer a liderança de três quadros petistas que não conseguiram se eleger à Câmara Municipal mas estão entre os mais fortes social, partidária e eleitoralmente do partido.

Ele fez questão de nominar abertamente o ex-vereadores Arnando Lessa, Ana Rita Tavares e Gilmar Santiago, que ficaram na suplência na disputa por vagas na Casa Legislativa. Segundo Ademário, o apoio a eles pode vir pelo menos de duas formas.

Por meio de indicações à máquina estadual ou no investimento na eleição dos hoje vereadores que pretendem concorrer nas eleições do ano que vem, o que abriria espaço para os suplentes petistas na Câmara. Para Ademário, trata-se de uma estratégia para a qual um governo que quer ver o PT crescer em Salvador não deve descuidar.

Política Livre
Comentários