Foto: Divulgação
Evento na próxima quinta-feira (16) marca lançamento oficial das pré-candidaturas de Daniela Borges e Christianne Gurgel à presidência e vice-presidência da OAB da Bahia 14 de setembro de 2021 | 13:06

OAB da Bahia tem, pela primeira vez, duas mulheres na disputa por cargos principais da entidade

bahia

Será lançado na próxima quinta-feira (16), às 18h30, no Clube Espanhol, em Salvador, o Movimento União pela Advocacia, que confirma as pré-candidaturas das advogadas Daniela Borges e Christianne Gurgel à presidência e vice-presidência da OAB da Bahia.

O evento marca também a primeira vez, em 89 anos de história da seccional baiana, a presença de duas mulheres na disputa pelos cargos principais da entidade.

Em todo o Sistema OAB, apenas 10 mulheres presidiram seccionais no Brasil, e nenhuma delas na OAB-BA. Na Bahia, em números absolutos, as mulheres advogadas já representam mais da metade das 68.907 mil inscrições na Ordem. Essa é também uma realidade nacional.

O ineditismo nas eleições da seccional baiana reflete o momento da OAB nacional, que registra, este ano, um alto número de pré-candidaturas femininas nos Estados. O impulsionamento de lideranças femininas em todo o Brasil é resultado também da aprovação, em dezembro do ano passado, da política de paridade de gênero no Sistema OAB.

Essa foi uma articulação liderada pela Comissão Nacional da Mulher Advogada, presidida por Daniela Borges, que hoje ocupa o cargo de Conselheira Federal. Pela decisão, as chapas que vão disputar as eleições na segunda quinzena de novembro devem ser compostas de forma paritária, ou seja, 50% por mulheres e 50% por homens.

Além da paridade de gênero, a OAB aprovou, também já para o pleito deste ano, a política de cotas raciais. A regra determina que as chapas devem ser compostas em 30% por advogadas e advogados negros.

Daniela Borges é formada em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, com mestrado em Direito Tributário pela mesma instituição. Ela é doutoranda em Direito pela Universidade Federal da Bahia, e professora de Direito Tributário na mesma instituição e também na Faculdade Baiana de Direito. Na OAB da Bahia, durante a gestão de Luiz Viana (2016-2018), ocupou o cargo de diretora-tesoureira da entidade e ocupa a função de Conselheira Federal na atual gestão de Fabrício Castro.

Christianne Gurgel é advogada especialista em Direito do Trabalho e Direitos Humanos, professora dos cursos de graduação e pós-graduação em Direito da Universidade Católica do Salvador. Ela fez parte da diretoria da OAB da Bahia durante a gestão do então presidente Saul Quadros (2007-2012).

Comentários